Quem gosta de viver fortes emoções e experiências teatrais diferentes, têm agora mais uma oportunidade para assistir VIOLÊNCIA E PAIXÃO. A peça, que é uma radical experiência monocromática, volta à cartaz na SALA 402 da Usina do Gasômetro.
A peça é baseada em fragmentos de textos de Hilda Hilst, Marquês de Sade, Nelson Rodrigues, Arnaldo Antunes, Fernando Pessoa, em experiências pessoais dos atores e fatos reais, além de imagens corporais inspiradas em obras de James Ensor, Henri Matisse, Coreggio, Botticelli e Fouquet.

Trata-se, como já dissemos de uma experiência monocromática que começa no saguão do quarto andar da Usina do Gasômetro e termina em pequenas salas de teatro onde o público assistirá mini-peças que giram sobre o tema proposto pelo título do espetáculo. Todas as cenas são experimentos cênicos.
“O teatro da experiência desperta as paixões e os sentimentos, porque parte das energias elementares próprias de cada um.(…) Impressionado por esta autenticidade emocional que arrebata seus sentidos, espírito e, ao mesmo tempo, o carrega, o espectador deve se decidir e fazer a escolha.”
Norbert Servos

A peça tem direção de Roberto Oliveira, que dividiu com suas assistentes: Elisa Heidrich e Elisa Bueno, a concepção geral. No elenco Janaína Lima, Alexandre Modesto Farias, Rui Koetz, Alex Vidaletti, Karina Rocca, Aghata Andriola, Aloísio Dias, Roberta Turski e Scheiler Fagundes.
VIOLÊNCIA E PAIXÃO volta à cartaz no dia 19 de março de 2011 e fica em cartaz até o dia 17 de abril, aos sábados e domingos, às 21h. Para assistir as cenas do saguão, a entrada é franca. Para ver o as cenas que acontecem na SALA 402 o preço do ingresso é de R$ 10, 00. O número máximo de público é de 40 pessoas por apresentação.
Maiores informações e promoções: www.violenciaepaixao.blospot.com
 
SERVIÇO:
o que? VIOLÊNCIA E PAIXÃO
quando?DE 19 de março até 17 de abril – sábados e domingos – 21h00
onde?SAGUÃO DO 4 ANDAR E SALA 402 DA USINA DO GASÔMETRO.
quanto? 10 REAIS
A PARTE DO SAGUÃO É DE GRAÇA